Espiritismo para crianças por Marcela Prada

  • 02/08/2022
  • 0 Comentário(s)

Espiritismo para crianças por Marcela Prada


Tema: Animais em Evolução

Os três vizinhos: Sol, Tófi e Tupi

Poder-se-á dizer que os animais só obram por instinto?

“Ainda aí há um sistema. É verdade que na maioria dos animais domina o instinto. Mas, não vês que muitos obram denotando acentuada vontade? É que têm inteligência, porém limitada.” O Livro dos Espíritos, questão 593.

Vocês precisam conhecer a Sol, o Tófi e o Tupi! Eles são vizinhos. Explico melhor: Sol é uma cachorrinha preta, muito esperta; Tófi é seu vizinho, um simpático cãozinho malhado que mora com Tupi, um cãozinho branco adorável. Todos são classificados como sem raça definida, os chamados vira-latas, formado pela mistura de várias raças.

Os três moram na mesma rua, a poucos metros de distância, e têm uma linda amizade. Todos os moradores sabem que os cachorros são amigos e comentam, alegremente, sobre o afeto que une os três animais.

Sol mora a algumas casas de distância de Tófi e Tupi, mas sempre que sua dona permite que ela brinque na rua, a primeira coisa que ela faz é correr para a casa dos dois amigos, latindo no portão, para chamá-los para brincar.

Os dois vêm correndo receber a amiga, latindo para poder sair e brincar. Sol usa de seu livre-arbítrio, que todos os animais possuem, escolhendo a companhia dos amigos, pois poderia fazer o que quisesse durante o tempo em que fica solta na rua. Ela, porém, sempre escolhe a companhia dos amigos.

Os donos de Tófi e Tupi já compreenderam acerca dos laços de afeto que unem os três, e permite que eles brinquem juntos, à tarde. A rua fica mais iluminada com a alegria deles, e é maravilhoso observar os três cães correndo, se divertindo juntos, pois é possível perceber que eles se adoram.

Mas quando cai a noite, é preciso retornar para casa. Sol sempre tenta dormir na casa de seus amigos, para poder prolongar as brincadeiras, mas sua dona não permite, pois adora a cachorrinha e sabe que ela precisa descansar.

Ela sabe que os animais também cansam, sentem dor e, embora não tenham pensamento contínuo como os seres humanos, pensam e tem inteligência, entendendo o que acontece ao seu redor. Os animais são um princípio espiritual, têm perispírito e reencarnam, pois são dotados de uma individualidade imortal, que evolui, rumo à perfeição.

Sol é um exemplo da individualidade do princípio inteligente que são os animais, e que estão em diferentes graus evolutivos: ela é adorável, amiga de todos os animais da rua. Sol também se relaciona de forma amigável com os outros animais e as pessoas, e costuma vir cumprimentar Chiquinho com “beijinhos carinhosos”. Francisco, como também é conhecido o amigo de Sol, é um poodle branco que mora perto de sua casa, mas que devido a sua fragilidade física não pode sair para brincar na rua, mas fica muito contente, quando, através da grade, recebe o carinho de sua amiga.

Mas por que sofrem os animais? Eles enfrentam sofrimentos físicos não para expiar seus erros, mas como prova, para ativar o seu progresso, através do despertamento das sensações e dos sentimentos. Assim como nós, eles são criados por Deus, são nossos companheiros de jornada, merecem ser respeitados e amados por todos.

Os donos de Sol, Tófi e Tupi sabem que os animais pensam, possuem vontade própria e sua companhia é um presente de Deus aos seres humanos. Através da convivência com animais de estimação Deus permite que pessoas e animais possam acelerar a evolução, e por isso agradecem ao Pai Maior a amizade, o carinho e o respeito que unem os três vizinhos, servindo de exemplo para todos os seres vivos.

(História de Claudia Schmidt, baseada em fatos reais, publicada no site searadomestre.com.br)

Material de apoio para evangelizadores:

Clique para baixar: Atividades

marcelapradacontato@gmail.com


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes